sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Plenário se reuniu para debater políticas públicas

    O colegiado do CMS-Recife se reuniu na tarde de ontem, quinta-feira, 04, para realizar a sua 275ª Reunião Ordinária. Sob o comando do coordenador geral do CMS-Recife, Oscar Correia, a reunião teve seus trabalhos abertos com a apresentação dos presentes e a leitura da pauta.

    A coordenadora do Política Municipal de Saúde Bucal, Ana Beatriz Vasconcelos, falou que o objetivo da política é "fortalecer as ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde a partir de diretrizes que permitam a valorização da atenção básica como eixo estruturante". Ana ressaltou que a proposta é trabalhar em rede e elencou cada eixo, são eles: atenção básica; atenção especializada; educação permanente; regulação e implantação de protocolos. Após a apresentação, Ana Beatriz foi elogiada pelo colegiado e respondeu a algumas indagações dos conselheiros. 
Ana Beatriz Vasconcelos apresentou o balaço das ações da Política da Saúde Bucal 
    Logo em seguida, a coordenadora do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD-Recife), Erika Rabelo, foi convidada para fazer a apresentação do programa. Tendo como objetivo disponibilizar um conjunto de ações de saúde ao paciente cujo quadro clínico exija cuidados prestados no domicílio, a equipe do SAD atua com a redução de taxas de reinternações, minimizam os riscos de infecção hospitalar e humanizam o atendimento realizado nas residências dos pacientes. 
Erika Rabelo em sua apresentação do SAD - Serviço de Atendimento Domiciliar
    Houve o momento de socialização dos relatórios das representações do conselho em eventos pelo Brasil, onde as conselheiras Vasti Soares e Edileusa Maria contaram como foi a experiência de ter participado do XXX CONASEMS (Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde). No relato, as conselheiras disseram que o Recife estava de parabéns, pois a delegação do Município foi bastantemente elogiada por outros Estados devido a execução de diversos programas inexistentes em outras capitais, como é o caso do Mãe Coruja e do SANAR Recife.
A conselheira Vasti Soares faz apresentação do relatório de viagem do XXX CONASEMS
    Com o términos das apresentações e debates, o colegiado resolveu questões de esfera administrativa como vacâncias de comissões, apreciação das ATAS, substituição de entidade e informes gerais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário