quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

CMS Repercute: Semana da Visibilidade Trans

      Com o tema "Acorda e Aborda Pernambuco!", a IV Semana Nordestina de Visibilidade Trans vem promovendo, desde o dia 23 de Janeiro, os direitos, a cidadania e as reivindicações da população travesti e transexual do estado de Pernambuco. A iniciativa é do movimento popular social e traz como homenageada a enfermeira e bióloga, Elayne Fenix.
   A coordenadora da Articulação e Movimento para Travestis e Transexuais de Pernambuco - AMOTRANS, Chopelly Glaudstton, disse que as atividades não são voltadas apenas para as Trans. "A IV Semana Nordestina de Visibilidade Trans serve para que a população como um todo conheça um poupo população trans, pois a gente ainda vê uma resistência muito grande", aponta. "Estamos realizando vários esquetes que falam de nossas dificuldades e assim levamos informação para todos", finaliza Chopelly, lembrando que Recife é a capital onde há o maior registro de homicídios de Trans e Travestis.
      A conselheira Rivânia Rodrigues, representante da AMOTRANS no CMS-Recife, fala um pouco da realização desse evento que acontece pelo quarto ano seguido. "Este ano, a IV Semana Nordestina de Visibilidade Trans contemplou as cidades de Recife, Olinda, Goiana, Igarassu e Palmares, onde estamos realizando ações sociais como conversas, serviços de saúde, escutas, orientações jurídicas, entre outras", ressalta.
     Rivânia também falou que o Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife foi um importante ator na consolidação de parcerias. "O CMS-Recife teve um papel importante nessa construção, pois, por se tratar de um órgão fiscalização conseguiu fazer uma interlocução entre os movimentos sociais e as políticas de saúde, a exemplo da DST Aids Recife que ajudou na realização dessa semana de visibilidade trans", falou. 
     Amanhã (quinta-feira, 27), haverá uma ação conjunta da Secretaria de Saúde com a Secretaria de Direitos Humanos, onde, juntamente com o movimento social, realizará ações como retirada de documentos, regularização de vacinas, testagem rápida, entre outros serviços. Haverá também orientações jurídicas e a inscrição para o 6º Multirão de Retificação de Prenome e Sexo no Registro Civil, além de uma Roda de Conversa onde debaterão sobre o autocuidado da hormonoterapia que contará com a presença do médico da família, Rodrigo Oliveira.
      A IV Semana Nordestina de Visibilidade Trans tem seu término no domingo, 29, com um Sarau da Diversidade Trans que será realizado no Mercado da Boa Vista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário