segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Conferência de Saúde do Recife é convocada pelo CMS-Recife

      Em sua primeira Reunião Plenária do ano, realizada na última quinta-feira, 26, o Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife convocou, em conjunto com a Secretaria de Saúde do Recife, a 13a Conferência Municipal de Saúde do Recife. Ainda não há uma data fixada no calendário, mas espera-se que a referida conferência seja realizada no primeiro semestre de 2017. Agora, o Grupo de Trabalho que será responsável pela discussão do Regulamento, do Termo de Referência, da Estrutura, entre outros pontos, iniciará seus trabalhos no início de fevereiro.
Mesa presidida pela conselheira Janaína Brandão, coordenadora do CMS-Recife
       Ainda dentro da pauta da 304a Reunião Ordinária, o colegiado do CMS-Recife reuniu seus membros para discutir o Planejamento Estratégico das ações do Conselho para 2017, além de tratar da solicitação da Política de Práticas Integrativas do Recife para prorrogar o prazo de execução do Projeto de Farmácia Viva Tipo III por mais dois anos.
        Convidado para fazer a sua fala, o coordenador da referida Política, Éllcio Ricardo, apresentou um pouco sobre a finalidade do Projeto Farmácia Viva. "O Projeto Farmácia Viva surgiu com o intuito de garantir o acesso seguro e eficaz ao uso nacional de plantas medicinais e fitoterápicos no Município do Recife", disse Éllcio.
     O Projeto é divido em 5 eixos: Cultivo, Articulação, Capacitação, Manipulação e Dispensação. Porém, a gestão conseguiu executar somente três eixos de forma satisfatória (articulação, cultivo e capacitação). "Tivemos problemas em conseguir um imóvel e com o processo de licitação e por isso solicitamos a prorrogação do prazo por mais 24 meses", enfatizou ao conselho.
        Aberto o debate, os conselheiros e conselheiras questionaram a gestão sobre o aporte financeiro do Projeto e a falta de comprometimento da Secretaria em não convida o CMS-Recife para participar das discussões dos serviços ofertados pela pasta.
      Passado os esclarecimentos, e por se tratar de um serviço de extrema valia para a população recifense, o colegiado aprovou o pedido de prorrogação do prazo para execução do projeto por mais dois anos. Além disso, o colegiado também aprovou a instituição de uma Comissão Temporária para acompanhar a execução dos cinco eixos do Projeto.
O conselheiro Oscar Correira fez um relato das mobilizações realizadas
pela Comissão Eleitoral do Conselho Distrital de Saúde VIII
      Ainda dentro da pauta, o conselheiro Oscar Correia apresentou um breve relato das mobilizações que a Comissão Eleitoral, que acompanha o Processo de criação do Conselho Distrital de Saúde VIII, fez no período de sensibilização com os usuários (as) e trabalhadores (as) do território do Distrito Sanitário VIII.
       Por fim, o colegiado aprovou, por unanimidade, o Planejamento Estratégico para as ações do conselho para 2017, além de aprovar as ATAS 198 RE, 199 RE, 200 RE, 201 RE, 202 RE e 295 RO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário