segunda-feira, 6 de julho de 2015

Plenário avalia a 12ª Conferência Municipal de Saúde



     Na tarde de ontem, quinta-feira, 2, o colegiado do CMS-Recife se reuniu para a sua 285ª Reunião Ordinária. Tendo como pauta um balanço, em linhas gerais, da 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife – realizada nos dias 16, 17 e 18 de junho, no Centro de Convenções/PE, em Olinda, as/os conselheiras/os fizeram suas avaliações do evento que representou a estância máxima do Controle Social. A demanda foi solicitada pela Comissão Executiva que viu a importância de iniciar os debates acerca da avaliação da referida conferência.
Mesa coordenadora: Romildo Cândido, Oscar Correia e Janaína Brandão
      Iniciada com a leitura da pauta e apresentação dos presentes, a mesa coordenadora logo convidou o conselheiro e coordenador da Comissão Organizadora da 12ª Conferência, Paulo Roberto (segmento Gestor), para fazer as explanações do processo que envolveu a realização das etapas da conferência. “A construção [da 12ª conferência] foi conjunta, de todos. Fizemos uma conferência que até hoje recebemos elogios, seja pela organização ou pela complexa metodologia adotada”, disse Paulo. “Esse foi o grande mérito da conferência”, finalizou, ressaltando que a conferência desse ano teve um porte maior e a ousadia de recepcionar os oito eixos da Nacional, trazendo discussões mais estruturadas sobre o sistema de saúde. 
Paulo Roberto fez apresentação acerca da 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife
      A conselheira Juliana Cesar (segmento Usuário) apresentou seu ponto de vista acerca da organização da conferência e exemplificou como positivo, alguns pontos a exemplo da limpeza/manutenção, assiduidade dos delegados na permanência nos debates, a entrega dos recursos, entre outros. Juliana também mostrou alguns detalhes que necessitam serem repensados, como o sistema de entrega das cédulas de votação para escolha da delegação do Recife para a etapa Estadual da 15ª Conferência Nacional de Saúde.
     O conselheiro Osvaldo Amorim (segmento Usuário), disse que a organização, a estrutura e o funcionamento da 12ª conferência foram ótimos e ressaltou que a metodologia adotada para o sistema de votação da propostas foi muito bom, pois “conseguimos fazer as eleição em tempo hábil, sem ultrapassar o horário”, ponderou.
      Ao final, houve repasses das comissões e informes gerais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário