sexta-feira, 31 de julho de 2015

Colegiado realiza Reunião Plenária Ordinária

     Em plenária ocorrida na tarde de ontem, quinta-feira, 30, o colegiado do Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife participou da 286º Reunião Ordinária que tratou de assuntos como a apresentação do Programa Saúde na Escola (PSE), leitura e aprovação do Parecer do Grupo de Trabalho (GT) que analisou a Programação Anual de Saúde (PAS) 2015, além das demandas administrativas como vacância de comissões e informes gerais. 
Mesa Coordenadora
    Os trabalhos foram iniciados pela mesa coordenadora, onde, Oscar Correia, coordenador do CMS-Recife, fez a leitura da pauta e solicitou que todos se apresentassem. Logo em seguida, a conselheira Rosângela Albuquerque (segmento Trabalhador) fez a leitura do Parecer produzido pelo GT da PAS 2015, que, ao longo de 07 encontros, discutiu, analisou e monitorou as ações, metas, indicadores e prazos do referido instrumento de gestão para este ano.
A conselheira Rosângela Albuquerque fez a leitura do Parecer da PAS 2015
     Para a conselheira e membro do GT, Vasti Soares (segmento Trabalhador), os encontros foram bem gratificantes. “O trabalho foi árduo [...] e que, embora fossemos um grupo pequeno (15 ao todo), tivemos o cuidado de observar cada política, as metas, os prazos. Estou gratificada pelo trabalho”, disse. 
     É importante salientar que o GT observou que, algumas políticas, a exemplo de Atenção Básica, Saúde da Criança, Saúde do Homem, População LGBT, DST/AIDS, Saúde Bucal, entre outras, tiveram ações que foram reprogramadas de 2014 para 2015 e constavam, no documento, até o momento, como não realizadas. Diante disso, o GT recomendou que as referidas políticas fossem convidadas para os devidos esclarecimentos nas reuniões plenárias do Conselho. Ao final, o plenário aprovou, por unanimidade, o Parecer apresentado pelo grupo de trabalho. 
Marília Santana apresentou o Programa Saúde na Escola (PSE)
     Dando continuidade a pauta, Oscar Correia convidou a coordenação do Programa Saúde na Escola, onde, Marília Santana, uma das coordenadores, apresentou a metodologia do programa. Marília explicou que o PSE é um programa instituído por um Decreto Presidencial resultando no trabalho conjunto entre o Ministério da Saúde e o Ministério da Educação com a perspectiva de ampliar as ações específicas de saúde aos alunos da rede pública de ensino. “A missão do PSE no Recife é garantir o cuidado de forma intersetorial, contribuindo para a formação integral e a melhoria da qualidade de vida dos estudantes”, disse.
A conselheira Angélica Araújo questionou de que forma é feita a sensibilização do PSE
    Após a apresentação, os conselheiros/as fizeram seus questionamentos resultando num debate bem qualificado e estruturado. A conselheira Angélica Araújo (segmento Usuário) perguntou como é feita a sensibilização junto à família das crianças que são assistidas pelo programa. Em resposta, a coordenação do PSE disse que “a ideia inicial é chamar os pais para conversar, apresentar o programa e mostrar que a equipe está ali para melhorar a saúde dos filhos deles”.
    Ao final, o colegiado resolveu questões administrativas trazendo informes e repasses das comissões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário