quinta-feira, 1 de setembro de 2016

CMS-Recife Repercute: Carta "O fortalecimento e defesa do SUS nas eleições municipais"

CNS pede compromisso de candidatos com o SUS

     A última mesa de debate da 20ª Plenária Nacional de Conselhos de Saúde, Entidades e Movimentos Sociais e Populares tratou do tema eleições municipais e fortalecimento do SUS. Representantes da sociedade civil e governo pediram atenção dos eleitores nas eleições 2016 para candidatos que tenham compromisso com o SUS. O evento aconteceu nos dias 24 e 25 de agosto em Brasília, no DF.

      Entre as falas dos participantes da mesa temática, ficou evidenciado que a sociedade deve cobrar o posicionamento dos candidatos com relação à saúde pública, além de verificar seu alinhamento com as medidas fiscais e econômicas na garantia do direito à saúde. “Devemos cobrar que os candidatos se comprometam em fortalecer a Vigilância em Saúde, ampliar e qualificar a atenção básica, afim de garantir o acesso à toda a população, a partir das necessidades do território”, disse a conselheira Nacional de Saúde, Juliana Acosta.
         Segundo a representante da Contag, os conselhos de saúde são espaços de organização e mobilização da sociedade que garantem o direito à saúde pública e de qualidade. “Os conselhos aprimoram a nossa democracia, no exercício da democracia participativa. Nosso plano de saúde é o SUS! Precisamos rever para ampliar seu financiamento e, assim, poder assegurar um Sistema Único de Saúde do tamanho do Brasil".
         Recentemente, o Pleno do CNS lançou a carta “O fortalecimento e defesa do SUS nas eleições municipais”. O documento pede que os candidatos a prefeitos e vereadores tenham o compromisso com o SUS. A carta também trata do subfinanciamento do SUS, explicando propostas em tramitação no Congresso Nacional que enfraquecem a saúde pública.


Leia a Carta "O fortalecimento e defesa do SUS nas eleições municipais"

**Com informações da Assessoria Conselho Nacional de Saúde (CNS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário