terça-feira, 26 de setembro de 2017

13a Conferência: Etapas Distritais entram na fase final

          Recepcionados (as) pelo grupo de Maracatu Estrela Dalva, da Ilha Joana Bezerra, os (as) pré-delegados (as), eleitos (as) e natos (as), do Distrito Sanitário I, se reúniram para realização de mais etapa da 13a Conferência Municipal de Saúde do Recife. Sendo a sexta de uma série de oito, a etapa Distrital objetiva a elaboração de propostas que servirão de subsídios para a elaboração do Plano Municipal de Saúde 2018-2021, além de eleger os delegados (as) que participarão da etapa Municipal da Conferência.
        "Este é um momento de luta e estamos aqui para ouvir e contribuir na formulação de propostas para os próximos quatro anos", disse a coordenadora do CMS-Recife, Janaína Brandão, na sua fala de boas vindas aos participantes. Janaína também aproveitou a oportunidade para ressaltar o enorme empenho do Distrito Sanitário I na realização das etapas da conferência dentro do território. "Quero parabenizar o grande e importante trabalho de mobilização que o Distrito Sanitário I vem realizando ao longo desses anos, pois, enquanto Conselho Municipal, percebemos que o Distrito vem numa crescente e isso é muito gratificante", disse. "Nosso maior empenho é trabalhar nesses espaços de participação popular e dizer que o Controle Social em Recife funciona de forma plena", finaliza ao se referir que atualmente o CMS, em parceria com dos Conselhos Distritais de Saúde (CDS), criou mais de 40 Conselhos de Unidade em todo o Recife.

        O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, que também esteve presente na plenária, falou como é trabalhar na saúde em tempo difíceis que o SUS passa. "Hoje vamos discutir as necessidades do Recife, onde iremos definir o norte que a gestão pública deverá realizar enquanto estiver a frente da prefeitura", disse. "Precisamos discutir a resistência do povo nessa busca pelos seus direitos e ter a firmeza de se posicionar a favor do SUS, nas suas bases e virtudes, por uma saúde plena e de uma assistência de qualidade", finaliza.

     Desfeita a mesa, a gerente do Distrito Sanitário I, Alessandra Araújo, fez uma apresentação situacional do território, onde mostrou as ações desenvolvidas pelas Vigilâncias Ambiental, Epidemiológica e Sanitária, além de ressaltar os avanços da rede Municipal de Saúde.

          Após esses momentos, os participantes da plenária seguiram para o debate nos seis eixos temáticos que norteiam as discussões da 13a Conferência. São eles: Atenção Básica; Atenção Especializada; Vigilância à Saúde; Gestão do Trabalho e Educação em Saúde; Gestão, Financiamento e Comunicação em Saúde; Controle Social e Participação Popular.
Grupo 1 - Atenção Básica
Grupo 2 - Atenção Especializada
Grupo 3 - Vigilância à Saúde
Grupo 4 - Gestão do Trabalho e Educação em Saúde
Grupo 5 - Gestão, Financiamento e Comunicação em Saúde
Grupo 6 - Controle Social e Participação Popular
        No final da tarde houve as eleições dos Delegados (as) que seguirão para a etapa Municipal da Conferência, onde foram eleitos (as) 31 delegados (as) pelo segmento Usuário e 07 delegados (as) pelo segmento Trabalhador.
Delegados (as) eleitos (as) pelo segmento Usuário
Delegados (as) eleitos (as) pelo segmento Trabalhador

        A plenária aconteceu na Escola Reitor João Alfredo, na Ilha do Leite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário