terça-feira, 4 de novembro de 2014

Com casa cheia, CMS-Recife realiza plenária

Plenária Ordinária do CMS-Recife debateu assuntos de interesse social
    Em plenária ocorrida na tarde da última quinta-feira, 30, o colegiado do Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife participou da 277ª Reunião Ordinária que tratou de assuntos como o Programa Academia da Cidade, a expansão do credenciamento municipal de profissionais junto ao Ministério da Saúde e o Outubro Rosa. Com a casa cheia, os trabalhos foram iniciados pela mesa coordenadora, onde, Oscar Correia, coordenador do CMS-Recife, deu boas-vindas aos presentes e, juntamente com a vice-coordenadora do CMS-Recife, Janaína Brandão, deu início às apresentações.
     Celebrando o Outubro Rosa (campanha como ficou conhecida a luta contra o câncer de mama) e a pedido do conselho, a conselheira representante do SIMEPE, Dra. Maria de Fátima Campos (segmento trabalhador), fez uma pequena apresentação trazendo um histórico da doença, mostrando causas, diagnóstico, prevenção e tratamento. Ao final, ficou a mensagem da importância da prevenção e do diagnóstico precoce desse tipo de câncer, que é o segundo mais frequente no mundo.
A conselheira Maria de Fátima Campos trouxe uma fala do Outubro Rosa, conscientizando da importância
da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama
    Em seguida, foi a vez do coordenador geral do Programa da Academia da Cidade, Ricardo Menezes, falar do programa. Caracterizado como uma política pública de promoção da saúde com ênfase na prática de atividade física, lazer e alimentação saudável, o programa contribuiu para a melhoria da qualidade de vida da população recifense e desenvolve ações orientando os usuários e usuárias a realizar mais exercícios como ginástica, caminhada, corrida, dança, entre outros.
O coordenador geral do Programa da Academia da Cidade, Ricardo Menezes, apresentou
o funcionamento do programa ao colegiado 
    Com um tema super debatido, conselheiros, conselheiras e visitantes expuseram seus questionamentos acerca das estruturas físicas e funcionais das academias e ouviram as considerações de Ricardo, onde falou que a coordenação está "olhando para o futuro e que fará o possível para que o programa seja excelência". Aliás, a participação popular só enriquece as ações que são desenvolvidas pelo CMS-Recife.
A profissional de educação física, Liana Lisboa, deixou sua contribuição no debate
mostrando que a participação popular é bem vinda nas questões discutidas pelo CMS-Recife

    Seguindo a pauta, o gerente de Atenção Básica, Arturo Jordan, trouxe uma explicação técnica referente a expansão do credenciamento municipal junto ao Ministério da Saúde. Arturo mostrou a estratégia de ampliação de Equipes de Saúde da Família (ESF) - cerca de 60 novas equipes -, Equipes Saúde Bucal (ESB) - cerca de 60 novas equipes -, e de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), onde apresentou o panorama de novas contratações, como é o caso de 250 ACS a serem incorporadas nessas novas equipes de saúde da família que serão implantadas.
Arturo Jordan, gerente de Atenção Básica, trouxe o aparato técnico sobre o
credenciamento municipal junto ao Ministério da Saúde
    Após o debate, o colegiado aprovou, por unanimidade, o acréscimo de ACS para atender a expansão.
    Ao final da reunião, houve repasses das comissões e informes gerais.
CMS-Recife: Controle Social discutido com seriedade, transparência e compromisso





Nenhum comentário:

Postar um comentário