sexta-feira, 27 de março de 2015

Plenário aprova Planejamento do CMS 2015

    O colegiado aprovou, por unanimidade, o Planejamento Estratégico do Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife - 2015, na tarde de ontem, quinta-feira, 26, durante a sua 282ª Reunião Ordinária. Além desse ponto, os conselheiros e conselheiras puderam debater sobre o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e apreciar e votar no Parecer do Relatório Anual de Gestão (RAG) 2014.  
    Com os trabalhos iniciados pela mesa coordenadora, a reunião teve início com a apresentação dos presentes e a leitura da pauta. Após esse momento, o coordenador geral do SAMU Metropolitano do Recife, Dr. Leonardo Gomes, foi convidado para fazer sua apresentação sobre a política, onde mostrou um panorama atual de toda a frota disponível no município, além de quantificar o número de profissionais envolvidos na rede de assistência móvel, como é o caso de 79 médicos, 61 enfermeiros e 223 técnicos de enfermagem.
Dr. Leonardo Gomes apresentou a política do SAMU
    Leonardo também falou que há um Núcleo de Educação Permanente que desenvolve treinamentos e capacitações aos profissionais do SAMU. Mas não só isso. Existe um projeto desenvolvido nas escolas municipais onde o SAMU faz uma aula de primeiros socorros e alertam aos professores e alunos da importância de não passar trote para o serviço. 
    Dando continuidade a pauta, o conselheiro José Ribeiro (segmento Trabalhador) leu o Parecer Misto, documento elaborado pelo grupo de trabalho que analisou a Programação Anual de Saúde (PAS) e o Relatório Anual de Gestão (RAG), em conjunto com a comissão de orçamento, onde elencaram várias recomendações para aprimorar e orientar a atuação do CMS-Recife e da SESAU.
    Entre alguns pontos, destacam-se a recomendação da realização de um planejamento da Política Política de Saúde voltada para as Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT) em consonância com os movimentos sociais que tenham correlação com a política; que a Vigilância Sanitária, não só realize inspeções nas Academias da Cidade e cozinhas das escolas públicas, mas também faça o acompanhamento das consequências; e recomenda uma maior participação das áreas técnicas da Secretaria de Saúde durante as análises do RAG 2015 do Conselho.
    Após mostrar todos os considerandos e recomendações, o Parecer Misto foi aprovado pelo colegiado. 
O conselheiro José Ribeiro fez a leitura do Parecer Misto do RAG
     Houve repasse das comissões, informes gerais e vacâncias das comissões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário