terça-feira, 30 de maio de 2017

LGBTfobia foi tema de debate no CMS-Recife

      O Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife, através da Comissão de Educação Permanente,  promoveu, no dia 25 de maio, uma Roda de Diálogo em alusão ao Dia Internacional de Combate a LGBTfobia. Objetivando um a discussão sobre a importância de um debate sobre as violências que esta população sofre, a roda de diálogo contou com a participação das coordenações municipais de saúde LGBT, da Saúde do Homem, conselheiros (as) de saúde, movimentos sociais e representantes de Distritos Sanitários.
     Para o coordenador da Política LBGT do Recife, Airles Feitosa, a discussão de promoção e prevenção da saúde da população LGBT é algo transcende o atendimento ambulatorial. “Temos que não cuidar somente do corpo, mas também temos que trabalhar o contexto psicossocial dessas pessoas que são violentadas diariamente”, ressalta.
       A coordenadora da Comissão de Educação Permanente, Rivânia Rodrigues, fala que o CMS-Recife tem trabalhado, sistematicamente, para fortalecer o debate e lutar por melhorias para a população LGBT. “Recentemente criamos um grupo de trabalho que se torna uma ferramenta importante de discussão dessa temática em Recife”, disse. “Precisamos amadurecer essa ideia e seguir com nossas discussões”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário