sexta-feira, 28 de agosto de 2015

CMS faz homenagem ao Dia Nacional da Visibilidade Lésbica


 





     No dia 29 de Agosto de 1996 foi realizado o primeiro SENALE (Seminário Nacional de Lésbicas) no Rio de Janeiro, que surgiu pela iniciativa do Coletivo de Lésbicas do Rio de Janeiro (COLERJ). A partir desta data, o dia Nacional da Visibilidade Lésbica foi instaurado pelas ativistas presentes e, desde então, ativistas de lugares e ideias diferentes, que vêm se unindo para cada vez mais falar mais alto por essa visibilidade. De 1996 até hoje, foram realizadas seis outras edições do SENALE e a data do primeiro SENALE foi consagrada como o dia Nacional da Visibilidade Lésbica.     É fundamental lutarmos todos os dias contra o machismo, racismo e homofobia, mas a importância  do 29 de Agosto vai além.     A data é importante não só  pelo dia em si, mas também por ser um dia de luta, um dia de expor indignações, ocupações de espaço e exigência de direitos.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

CMS Repercute: Campanha de Doações de Brinquedos da Central de Alergologia




      Participe da Campanha de Doações de Brinquedos da Central de Alergologia, que está situada na Av. João de Barros, 800, Santo Amaro, CEP: 50050-200.
   
      Está sendo aceita doações de brinquedos novos ou usados, assim como, livrinhos de histórias, CD's e DVD's infantis, gibis, jogo, entre outros. As doações serão utilizadas na implantação da nova brinquedoteca, a qual será um ambiente totalmente agradável e dedicado as crianças.
   
      Esperamos poder contar com a sua ajuda!

     Maiores informações:
     Carlos Henrique-Gerente
     Rubinalda Souza-Educadora Popular em Saúde

      Fone: 3355-2512 / 3355-2508 / 9.8728-3818


quinta-feira, 20 de agosto de 2015

CMS repercute: A Primeira Conferência Livre de Saúde da Fundação Nacional de Saúde.




     
        A Funasa em Pernambuco Realizará, no dia 26 de Agosto, em Recife, a sua Primeira Conferência  Livre de Saúde, rumo à 15ª Conferência Nacional de Saúde(CNS). O evento será realizado no Park Hotel, Rua dos Navegantes , n° 9, Boa Viagem, das 9 ás 18 horas, seu período de inscrição ocorreu entre os dias 10/08 á 19/08. 
       A Conferência Livre de Saúde da Funasa Maria do Socorro de Souza,  que tem como homenageada a Pernambucana e Presidente do Conselho Nacional de Saúde, terá como tema: Saneamento e Saúde Ambiental, com Participação e Controle Social: Novos desafios para o fortalecimento do SUS. 
      A conferência traz como objetivos : Debater as políticas públicas de Saneamento e Saúde Ambiental; Rediscutir o papel da Funasa no SUS; Discutir propostas para implementação de políticas de saúde voltadas ao Saneamento e à Saúde Ambiental; Eleger os representantes da Funasa para 15ª CNS.
     Serão feitos debates em torno dos seguintes eixos:
  - "Direito à Saúde, Garantia de Acesso e Atenção de Qualidade", na perspectiva  do aprimoramento das ações de Saneamento e Saúde Ambiental na Funasa;
  - "Participação e Controle Social" na perspectiva da Educação em Saúde e da Mobilização Social, com visitas ao efetivo controle social das ações de Saneamento e Saúde Ambiental da Funasa;
  - "Valorização do trabalho e da Educação na Saúde", na Perspectiva da relações de trabalho, educação permanente e qualificação dos servidores do âmbito da Funasa.
     Há uma expectativa de receber 180 pessoas, dentre: Servidores da Funasa de Pernambuco lotados na superintendência; Servidores cedidos da Funasa em outras Regionais de Saúde e Municípios do Estado; Servidores das Superintendências de todos os estados da Federação; Presidente da Funasa, Diretores e servidores dos Departamentos da Funasa Brasília; Presidente do Conselho Nacional de Saúde (homenageada em nossa Conferência- Maria do Socorro de Souza); Convidados de instituições como Fiocruz, SES, Conselho Estadual de Saúde, AMUPE, Secretária Estadual e Municipal de Saúde, Articulação das comunidades quilombolas e Pernambuco- ACQEP, e Coordenação Nacional de Articulação das comunidades Negras Rurais Quilombolas- CONAQ, dentre outras.
    Os representantes eleitos na Conferência Livre poderão participar na 15ª CNS, em Brasília de 1 a 4/12, com direito a voz.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

CMS-Recife participa do 31º CONASEMS



     Os conselheiros Oscar Correia, José Barbosa e Luciano Ferreira, juntamente com a conselheira Vasti Soares, representaram o Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife entre os mais de 4,5 mil participantes do XXXI Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) que aconteceu entre os dias 6 e 8 de agosto no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, em Brasília/DF. O evento, que teve como tema, "Pacto Federativo - Perspectiva da Gestão Municipal", visou redefinir as responsabilidades entre União, Estados e Municípios como principal saída para melhoria dos serviços à população, especialmente na área da saúde.
O conselheiro José Barbosa entregando a 17ª edição do Jornal do CMS-Recife
      O conselheiro José Barbosa falou do momento enriquecedor que foi participar do CONASEMS. “Foi muito proveitoso participar do congresso. Tivemos muito conhecimento e pudemos conversar com representantes de várias partes do país”, disse. Na ocasião, José Barbosa, que desenvolve um trabalho social se vestindo de palhaço, conhecido como Palhaço Dudé, entregou o jornal do Conselho de forma lúdica, mas sempre atento a realidade e dificuldades do Recife.
     O conselheiro Luciano Ferreira disse que foi "valoroso participar do encontro e que os secretários saíram com propostas dinâmicas para a saúde". Luciano também ressaltou que a "troca de ideias foi maravilhosa entre os stands dos Estados".
      Um destaque importante ficou pela presença da presidente do Conselho Nacional de Saúde, Maria do Socorro, que, em ano de conferência, destacou o evento como um momento de mobilização da sociedade para a 15ª Conferência Nacional de Saúde. Para Maria do Socorro, “a população tem que participar de maneira legítima e efetiva”. Essa perspectiva vem sendo observada nas diversas conferências já realizadas nos municípios de todo o país, incluindo a 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife, realizada no mês de junho
       Para a conselheira Vasti Soares o congresso desse ano foi de proporções menores que o do ano passado, mas, mesmo assim, foi uma experiência enriquecedora. "Embora tenha ocorrido uma redução de gastos, o CONASEMS desse ano foi maravilhoso. Pudemos visitar as tendas onde levamos e adquirimos conhecimento dos materiais expostos de cada Estado", disse. "Eu participei do seminário de Gestão do Trabalho, que, embora esperasse palestras, apresentaram, somente, mostras de trabalho exitosas realizadas por algumas unidades do país. Porém, aprendi bastante e vou tentar implantar alguns desses exemplos aqui, a exemplo do matriciamento de especialidades, que deu super certo em Santa Catarina", finalizou dizendo que há a possibilidade de reunião com a secretária Executiva de Regulação, Fernanda Casado, para estudar melhor a questão do matriciamento.
     Já o conselheiro e coordenador do CMS-Recife, Oscar Correia, que participou das discussões sobre a Atenção Básica, falou que as discussões são as mesmas que o colegiado está habituado a ter. "Vimos que a discussão é a mesma tanto aqui, no conselho, como no congresso. Demos nossa contribuição e ainda divulgamos o nosso trabalho com a entrega do nosso jornal e redes sociais", falou.
     Durante a programação do congresso, foi eleita, por aclamação, a nova diretoria do CONASEMS. Os congressistas também aprovaram a prestação de contas do Conselho e elegeram Fortaleza/CE como sede do próximo congresso. A programação ainda contou com oficinas, seminários, cursos, entre outras atividades.
    Ao final, foi aprovada a Carta de Brasília que consiste no produto final do congresso estabelecendo a agenda de todos os municípios, dos COSEMS e do próprio CONASEMS para a qualificação do Pacto Federativo. No texto, que você pode conferir clicando aqui, reafirma a saúde como um direito social em consonância com a divisão dos recursos, além de reiterar o compromisso com o fortalecimento do SUS.

Conselho participa de Encontro Regional da Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora


V Encontro Macrorregional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora região Nordeste
     O conselheiro José Ribeiro representou o CMS-Recife, através da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador (CIST), no V Encontro Macrorregional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora da Região Nordeste, realizado no período de 05 a 07 de agosto, em Natal/RN. O encontro teve como objetivo fortalecer a articulação da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (RENAST) na Região Nordeste, compartilhar e debater experiências que se mostraram bem sucedidas de ações e serviços em saúde do trabalhador e trabalhadora. 
     Os participantes também puderam refletir sobre os avanços, desafios e potencialidades para a efetivação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora da região Nordeste. Dentre os temas abordados no encontro estavam Vigilância de Ambientes e Processos de Trabalho, Gestão em Saúde, O Papel do Controle Social na Saúde do Trabalhador, entre outros.
O conselheiro Ribeiro participou do Grupo de Trabalho do Controle Social
     Participaram do evento, representantes dos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) estaduais e regionais, os representantes das Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador (CIST) municipais, estadual e regionais e representante das vigilâncias em saúde, núcleos de saúde do trabalhador e de setores que tenham co-relação com a saúde do trabalhador.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Na 192a Reunião Extraordinária o Colegiado do CMS-Recife retoma debate das alterações na Lei do Conselho


               
                                           

         O colegiado do CMS-Recife se reuniu, integralmente na última quinta feira,13, para retomar os debates acerca das alterações na Lei Municipal 17.280/2006 - Lei do Conselho, que foram iniciados no pleno de julho do ano em curso.
     A discussão está dentro da pauta da 192a Reunião Extraordinária que, no período da tarde, também teve a apresentação do Grupo Curumim que tratou do tema: Mortalidade materna.
     No período da manhã, pós a apresentação dos conselheiros e conselheiras presentes houve a continuidade na proposta de alteração da lei, foi realizado todos os destaques e debates necessários para analise, assim encerrando as discussões com o seguinte encaminhamento: o grupo de trabalho (GT) junto com todos os conselheiros e conselheiras que queriam participar, se reunirão no dia 19 a partir das 14:00 horas, para concluir os trabalhos e apresentar o parecer do grupo na próxima plenária.
             
                                 Régine Bandler, representante do Grupo Curumim.


       Durante o período da tarde, conselheiros e conselheiras prestaram homenagem de um minuto de silêncio a Líder comunitária Mauricéa da Silva Dias, que faleceu no ontem, quarta feira 12.
      Seguindo com a Pauta, ocorreu a apresentação do grupo curumim que tem como seu macro objetivo o fortalecimento da cidadania das mulheres, em todas as fases de sua vida, através da promoção dos Direitos Humanos; da saúde integral; dos direitos sexuais e dos direitos reprodutivos, sob a perspectiva da igualdade étnico-racial e de gênero, da justiça social e da democracia. Que trouxe o tema:'' Fazem a gente sofrer'' que foi apresentado pela Régine Bandler (Gigi) representante do Comitê Estadual de Estudos da Mortalidade Materna e da Coordenação Colegiada Grupo Curumim, onde a mesma debateu sobre sua analise feita através das pequisas de mortalidade materna no período entre 2012-2014.


             
                               Apresentou Desafios - Rede Materno Infantil Recife

Logo após, Adriana Bezerra representante da Gerencia de Atenção ambulatorial e Hospitalar da Secretária de Saúde, trouxe a apresentação  com o tema: Desafios - Rede Materno Infantil de Recife,
colocando os desafios enfrentadas nas maternidades do recife, o apoio social a qual vem sendo feito e a defesa da gestão.

                    

                 Adriana Bezerra e Eliane Germano respondem questionamento dos conselheiros.


Após a apresentação, conselheiros/as fizeram seus questionamentos a Eliane Germano Secretária Executiva de Atenção a Saúde,  resultando num debate bem qualificado e estruturado.



quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Delegação do Recife participará de 8a Conferência Estadual de Saúde


           

Na tarde de ontem, quarta-feira, 12, delegados e delegadas eleitos na 12a Conferência Municipal de Saúde do Recife, marcaram presença na 459a Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco (CES/PE), realizada no auditório da Secretaria de Saúde do Estado. A qual nesta reunião foi reivindicado garantir o direito adquirido pela delegação tendo em vista que estes, adquiriram o direito por terem cumprido todas as fases das etapas anteriores, estando assim aptos em participarem da etapa estadual. A referida reunião teve como pauta a 8a Conferência Estadual de Saúde de Pernambuco Vera Baroni e entre um dos pontos discutidos estava: Legalidade na delegação da Conferência de Recife para etapa Estadual, o que colocava em xeque o direito da delegação.
Após intervenções e debates dos delegados/as municipais, o plenário do CES/PE reconheceu a legalização e tornou legítima a participação dos 244 delegados/as para a etapa estadual. Agora, a delegação do Recife se prepara para a 8a Conferência Estadual de Saúde de Pernambuco - Vera Baroni, que será realizada entre os dias 7 e 9 de outubro, no Centro de Convenções, em Olinda/PE.

Hospital da Mulher do Recife foi ponto de pauta de Reunião Plenária

Colegiado em visita às obras do Hospital da Mulher
     Em pleno realizado integralmente na última segunda-feira (10), o colegiado do Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife pode participar da 191a Reunião Extraordinária que debateu exclusivamente o Hospital da Mulher (HM) do Recife. Iniciada às 8h30 com um café da manhã na sede do conselho, os conselheiros e conselheiras seguiram para uma visita in loco para conhecer o local que está sendo construído o HM. A visita foi guiada pela gerente Geral de Atenção Integrada a Saúde, Mônica Vasconcelos, onde, juntamente com sua equipe, mostraram o hospital e deram informações dos serviços que serão ofertados na nova unidade.
Plenário presta homenagem ao pai da conselheira Lucelena Cândido
que faleceu no último domingo dia dos pais.
     Durante o período da tarde, já na sede do conselho, os conselheiros e conselheiras prestaram uma homenagem ao pai da conselheira Lucelena Cândido, que faleceu no último domingo (dia dos pais), ficando um minuto em silêncio.
     Passada a homenagem, os presentes puderam ver as explanações do secretário de Saúde, Jailson Correia, que, juntamente com a secretária Executiva de Regulação, Fernanda Casado, trouxeram informações sobre a estrutura, investimentos, custeio, perfil assistencial e gerenciamento do HM. ''A história que a gente vai contar no futuro é que nesta gestão desse conselho, todos nós, conselheiros, testemunhas e protagonistas desse processo em que o Hospital da Mulher  vai ser entregue a população feminina do Recife'', Disse Correia.
Fernanda Casado trouxe informações sobre o Hospital da Mulher 
     "Este é um momento histórico na gestão da Secretaria de Saúde do Recife, pois tem a oportunidade de apresentar formalmente ao Conselho os serviços apresentados e todos os detalhamentos necessários com respeito ao Hospital da Mulher do Recife", disse o secretário. "É um clamor da população da cidade do Recife, especialmente feminina e também deste conselho, que, por muitas vezes, estivemos envolvidos em momentos sobre o debate com respeito a assistência materna infantil e na saúde da mulher de uma maneira mais ampla, mais abrangente", finaliza.
Jailson Correia participa da apresentação da estrutura do Hospital da Mulher 
     Finalizada a apresentação, o debate foi aberto e os representantes do Controle Social fizeram seus questionamentos acerca do tema. A conselheira Josilene Carvalho (segmento Gestor) parabenizou a apresentação e questionou se haverá um atendimento especializado às mulheres que tem a necessidade da realização do aborto legal. Em resposta, a secretária Executiva de Atenção à Saúde, Eliane Germano, disse que o serviço será ofertado dentro dos parâmetros legais e que o acesso as mulheres que optam pela interrupção da gravidez será feito em um local mais reservado para não expor a usuária na triagem geral.
Josilene Carvalho em debate sobre o Hospital da Mulher
     A conselheira Halina Cavalcanti (segmento Trabalhador) questionou a respeito do modelo de gestão do HM ser feito por uma Organização Social (OS) e não pela própria gestão. "Sabemos que o modelo de OS fragiliza completamente o SUS e isso está sendo discutido há muitos anos. Quando se fala em modernização, eu mudaria para 'mercantilização do sistema de saúde', pois os serviços tratam da assistência com metas, números e com pouco cuidado com os trabalhadores e trabalhadoras. Gostaria de saber o porquê da gestão ter optado pela escolha desse modelo", indaga.
Halina Cavalcanti questiona o porquê da OS gerenciar o Hospital da Mulher
      Jailson Correia respondeu dizendo que Recife, historicamente tem uma resistência a novos modelos de gestão por sempre fazer em administração direta. "Se tivermos que experimentar novos modelos de gestão, mais modernos e que possam oferecer alternativas dentro do município, vamos começar pelos equipamentos novos", disse, se referindo ao Hospital da Mulher. "A gente toma decisões na política pública baseadas em evidências e o nosso modelo de OS em Pernambuco não traz uma maior participação privada como em outras partes do Brasil. Esse é um modelo focado nas instituições não governamentais, mas sem fins lucrativos e isso é importante como diferencial e temos isso como uma vantagem do ponto de vista da nossa possibilidade de construção dentro da cidade", finaliza.
       Ao final, o colegiado resolveu questões de esfera administrativa como informes gerais e repasses de comissões.




Hospital da Mulher do Recife*

     O Hospital da Mulher do Recife será a primeira unidade de saúde de grande porte construída pela gestão municipal na capital pernambucana. A unidade está orçada em R$ 56,8 milhões, dos quais R$ 48,8 milhões são oriundos de convênio com o Governo Federal, e vai reunir em um único lugar atendimento de urgência e emergência 24 Horas, centro obstétrico, cirúrgico, UTI materna e neonatal, Clínica Ambulatorial, Diagnóstico, Apoio Terapêutico, além de assistência à mulher vítima de violência

     O Hospital da Mulher está sendo construído em uma área de 13 mil metros quadrados, localizado no bairro do Curado, Zona Oeste da cidade e contará com 150 leitos para o atendimento de mulheres a partir dos dez anos de idade que necessitarem de procedimentos de média e alta complexidade com capacidade para 400 partos e 250 cirurgias ao mês.
     Realizará cerca de 10.000 atendimentos ambulatoriais de pré-natal de alto risco, assistência ao parto e puerpério bem como atendimento em sub especialidades tais como: ginecologia infanto puberal, climatério, serviço de esterilização cirúrgica, mastologia e assistência à população LGBTT (lésbicas, bissexuais e transexuais). Contará ainda com banco de leite humano, endocrinologista, cardiologista, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta, odontólogos e enfermeiros

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Colegiado visita Hospital da Mulher

    Na manhã desta segunda-feira, 10, o colegiado do CMS-Recife, juntamente com representantes dos Conselhos Distritais de Saúde e da Secretaria de Saúde, fizeram uma visita às obras do Hospital da Mulher (HM) do Recife que está sendo construído no bairro do Curado, Zona Oeste da cidade. A visitação foi guiada pela gerente Geral de Atenção Integrada a Saúde, Mônica Vasconcelos, e sua equipe.
     Durante a visita, conselheiros e conselheiras questionaram o prazo para conclusão da obra e inauguração do Hospital. A engenharia respondeu que cerca de 85% das obras já estão concluídas e que o prazo final será o mês de outubro. Quanto a inauguração, espera-se que aconteça no mês de dezembro.
    O CMS-Recife, nesta semana, dará uma atenção especial a Política da Saúde da Mulher, onde, além de discutir sobre os benefícios que o HM trará, também debaterá sobre mortalidade materna e o cuidado às gestantes, mães e bebês. Este último será pauta de reunião extraordinária na próxima quinta-feira (13), às 14h, com a presença do grupo Curumim.
      A visita ao HM está dentro da pauta da 191a Reunião Extraordinária do CMS-Recife, que, no período da tarde, terá uma apresentação feita pelo secretário de Saúde, Jailson Correia, acerca da estrutura e funcionamento do referido hospital.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

CMS-Recife marca presença no 11º Abrascão

     Entre os dias 28 de julho e 01 de agosto, a conselheira Ana Lúcia e o conselheiro José Cleto estiveram presentes no 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva – Abrascão 2015 – realizado na cidade de Goiana/GO.
     Com o tema “Saúde, Desenvolvimento e Democracia: O desafio do SUS universal”, o Abrascão foi um espaço de discussão de temas científicos abordando os obstáculos a serem enfrentados para a consolidação do SUS. Os congressistas, durante os cinco dias do evento, puderam debater sobre as ações, pesquisas, políticas e práticas em saúde que apontassem para uma saúde mais social promovendo a equidade e, assim, garantindo a universalidade do Sistema Único de Saúde.
     Para a conselheira Ana Lúcia, o congresso foi um momento enriquecedor participar do 11º Abrascão. “Foi um evento grande com uma gama de conteúdos variados. Posso avaliar, enquanto trabalhadora, que o congresso deixou um ensinamento, uma vontade maior de melhorar a comunidade em que atuo. Sai do Abrascão com várias ideias para por em prática", disse.
     O 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva teve, em sua programação palestras, comunicações orais e mesas redondas. Na ocasião, os conselheiros distribuíram a mais recente edição do Jornal do Conselho.