quinta-feira, 30 de abril de 2015

Etapas de Microrregionais da 12ª Conferêcia se encerram

Microrregional 2.3
     Na noite de ontem, quarta-feira (29), foi concluída a etapa de Microrregionais da 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife. Realizadas nos Distritos Sanitários (DS) II e V, as plenárias contemplaram moradores das microrregiões 2.3 e 5.3, respectivamente. Os encontros serviram para debater a saúde local, fazer proposições para levar às conferências de saúde (municipal, estadual e nacional) e eleger os pré-delegados para as etapas Distritais.
O conselheiro José Pereira representou o CMS-Recife na Micro 2.3
     Ocorrida na Escola Estadual Pedro Celso, em Beberibe, a micro 2.3 reuniu 180 moradores das localidades da Linha do Tiro, Dois Unidos e Beberibe. Durante a plenária, o gerente do DS, Romero Nogueira, fez uma apresentação situacional do território, com ênfase na área, onde mostrou a rede própria de saúde e o quadro funcional que, entre outros profissionais, possui 14 médicos, 106 ACS e 126 ASACES.
    Ao todo, foram realizadas 19 plenárias microrregionais, em todos os Distritos Sanitários,  totalizando mais de 3 mil pessoas que enriqueceram o debate e contribuíram para o fortalecimento do controle social na capital pernambucana.
     Na plenária 5.3, ocorrida da Academia da Cidade de Jardim São Paulo, mais de 120 pessoas discutiram sobre as problemáticas vivenciadas pelos usuários (as) e puderam  propor melhorias para o sistema. A gerente do Distrito, Lígia Lima, também apresentou um panorama do território mostrando as obras e as unidades que serão requalificadas.
Mesa de abertura da Microrregional 5.3
     Em ambas as plenárias o debate foi aberto e os (as) usuários (as) e trabalhadores (as) expuseram seus questionamentos, onde, posteriormente, receberam todos os esclarecimentos dos gestores presentes. Assuntos como: melhoria na qualidade do serviço, na infraestrutura, na humanização, vigilância ambiental e construção de novas unidades de saúde, foram citados.
     No final, foram eleitos como pré-delegados (as): 17 usuários e 09 trabalhares na Micro 2.3 e 16 usuários e 07 trabalhadores na micro 5.3.
     Agora, a 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife se prepara para a realização da etapa de Distritais, que já se inicia no dia 09 de maio, na Escola Darcy Ribeiro, no bairro do Cordeiro (Distritos Sanitário IV). Ao todo serão seis Plenárias Distritais, sendo uma por DS.

12ª Conferência: Distrito VI/VIII espera pela sua fase Distrital

Plenária 6.1 (Boa Viagem)

    Dentro do cronograma da 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife, o Distrito Sanitário (DS) VI/VIII encerrou a sua etapa de plenárias Microrregional. Realizada nesta, terça-feira (28), na Escola Osvaldo Lima Filho, em Boa Viagem, o evento foi a segunda parte da microrregião 6.1 (a primeira aconteceu na Imbiribeira - Cafesópolis -, no dia 18) e totalizou a participação de 335 moradores das localidades de Imbiribeira, Boa Viagem, Pina, Brasília Teimosa e Ipsep, batendo recorde de participação.
Profissional da Academia da Cidade exercitando os participantes (Imbiribeira)
Apresentação sobre a importância em economizar água (Boa Viagem)
    Após uma apresentação cultural do Grupo de Fantoches da Vigilância Ambiental do DS VI/VIII - que deixaram a mensagem da necessidade em economizar a água e como combater a dengue - e um acolhimento caloroso feito pela Academia da Cidade, a plenária foi apresentada a mesa de abertura que, entre os convidados, estavam a representante do CMS-Recife, Vasti Soares, o coordenador do Conselho Distrital de Saúde, Júlio Santana, a gerente do Distrito Sanitário VI, Silvana Moreira,  e o representante da Secretaria de Saúde (SESAU) pela gerência de Planejamento, Paulo Roberto.
Mesa composta para a plenária 6.1 em Boa Viagem
    A gerente do distrito, Silvana Moreira aproveitou a ocasião e fez um breve apanhado situacional do território, apresentando um diagnóstico da micro, onde mostrou o "SUS em números" trazendo um panorama das unidades de saúde, quadro funcional, quantitativo de marcações de consultas, entre outros.
Plenária 6.1 (Imbiribeira)
    Após esse momento, a plenária pode participar do encontro expondo suas queixas, proposições e pedidos para um melhor atendimento nas unidades de saúde da área. 
    Ao final, houve a eleição para os pré-delegados que irão para a etapa Distrital que acontecerá no dia 16 de maio, na Faculdade Maurício de Nassau (unidade de Bopa Viagem).
    Na micro 6.1, foram eleitos 30 usuários e 14 trabalhadores como pré-delegados.
Mesa composta para a plenária 6.1 na Imbiribeira*
*Na foto estão: Fernando Gusmão, Vasti Soares, Silvana Moreira, Paulo Roberto e Júlio Santana.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

12ª Conferência: Distrito Sanitário I finaliza etapa de Microrregionais



   Na noite de ontem, terça-feira (28), o Distrito Sanitário (DS) I encerrou a sua primeira etapa que antecede a 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife. A plenária da Microrregião 1.3 - que contempla os bairros de Ilha Joana Bezerra e Coelhos -, realizada na Escola Municipal José da Costa Porto, na comunidade do Coque, contou com a participação de, aproximadamente, 130 pessoas que dialogaram sobre a saúde local e elegeram os pré-delegados (as) para a etapa Distrital.
    O evento teve sua abertura feita com a apresentação da mesa, que, entre os convidados, estavam o conselheiro Municipal, Renê Guedes, a coordenador do Conselho Distrital de Saúde, César Augusto, a representante da Secretaria de Saúde (SESAU), Kamila Matos, a representante da gerência Geral de Planejamento da SESAU, Márcia Oliveira, o representante do Recife Participa, Bibiu, e a gerente do Distrito, Alessandra Araújo, que, na ocasião, fez uma breve apresentação situacional do território.
    Em sua apresentação, Alessandra Araújo mostrou como o DS está dividido, apresentou a estrutura de saúde dentro da micro e falou um pouco sobre o Plano de Governo do Recife. Após esse primeiro contato com o público, a gerente levou a plenária ao debate onde queixas, pedidos e propostas foram lançadas pelos presentes. Além disso, ocorreu também a eleição dos pré-delegados da micro, na qual foram eleitos, por aclamação, 16 usuários e 07 trabalhadores.
    Agora, o Distrito espera pela sua fase Distrital, que acontecerá dia 30 de maio, no CETEC (Av. Oliveira Lima, s/n, Boa Vista/Soledade), antigo Colégio Nóbrega.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

12ª Conferência: Batendo recorde de público, moradores da Microrregional 6.3 participam de plenária

    Aconteceu no último sábado (25), a plenária da Microrregional 6.3 da 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife. Realizada na Escola Carlúcio Castanha, no bairro do Ibura, a plenária contou com a participação expressiva de 305 moradores das localidades da Cohab, Três Carneiros, Lagoa Encantada, Milagres, Monte Verde e as UR´s - 01, 02, 03, 04, 05, 10 e 12.
Grupo "Pequenas Estrelas" levaram a fervura do frevo e animaram os participantes
       Com o acolhimento feito pelo grupo de dança e passistas Pequenas Estrelas de Três Carneiros, que trouxeram a alegria do frevo para animar os participantes, o evento contou com a participação do conselheiro Municipal de Saúde, Renê Guedes, do coordenador do Conselho Distrital de Saúde, Júlio Santana, da gerente do Distrito Sanitário (DS) VIII, Mônica Gueiros, da representante da Secretaria de Saúde (SESAU) do Recife, Fernanda Casado, e do gerente Geral de Planejamento da SESAU, Paulo Roberto.
O conselheiro Renê Guedes falou da importância da conferência
     Em uma breve apresentação situacional, a gerente do DS VIII falou sobre o controle social e trouxe um relato da política de saúde no território com um panorama das unidades de saúde existentes na área, do índice de marcação de consultas e do quadro funcional, sempre atentando para a microrregião.
    Após as explanações de Mônica Gueiros, a plenária foi convida a expor seus questionamentos à mesa que, entre as falas, estavam a falta de médicos, ações efetivas da vigilância ambiental, melhores estruturas para a Academia da Cidade e melhorias da maternidade Arnaldo Marques. Em resposta, Mônica se prontificou em conversar com as áreas competentes para sanar os problemas e disse que a SESAU está sensível aos problemas da maternidade Arnaldo Marques e que novos médicos estão a caminho para dar continuidade aos trabalhos da unidade sem que haja prejuízo à população.
    Por fim, houve a eleição dos pré-delegados onde foram eleitos 09 trabalhadores e 28 usuários.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

12ª Conferência: Distrito Sanitário V realiza segunda plenária de Micro

    Na noite de ontem, quinta-feira (23), foi realizada a plenária da Microrregião 5.2 com moradores das localidades de Areias, Caçote, Estância e Jiquiá. Acontecida na Escola Municipal André de Melo, no bairro da Estância, a plenária teve o objetivo de ouvir a população, elencar propostas para a 12ª Conferência Municipal de Saúde e conscientizar a população sobre a importância desse espaço criado para debater a saúde local e o controle social.
    Com a presença de 121 participantes, a plenária foi iniciada com a formação da mesa onde, entre os convidados, estavam o coordenador do CMS-Recife, Oscar Correia, o coordenador do Conselho Distrital de Saúde, André Cristiano, a gerente do Distrito Sanitário (DS) V, Lígia Lima, o representante da Secretaria de Saúde pela gerência de Planejamento, Paulo Roberto, a representante da Gerência de Atenção Básica, Luzicleia Silva e o coordenador do Programa Academia da Cidade do DS V, Lucemberg Vasconcelos.
O coordenador do CMS-Recife, Oscar Correia, falou da importância da conferência 
    Após as boas vindas dadas pelos que compuseram a mesa, a gerente do DS, Lígia Lima, foi convidada para apresentar um panorama situacional do território dando ênfase a micro 5.2. Em sua fala, Lígia reafirmou o compromisso da gestão em fazer um estudo territorializado para ampliação do serviço de cobertura para as áreas inseridas na micro. 
Lígia Lima em apresentação situacional do território
    Com o término da apresentação, a plenária foi convidada ao debate onde puderam expor suas dúvidas, pedidos e propostas à mesa. Muitos foram os pedidos, onde se pode listar a construção de Unidades de Saúde da Família no bairro da Estância e nas comunidades Iraque e rua do Rio, além de melhores estruturas para a Academia da Cidade da área. Em resposta, Lígia acolheu todos os pedidos e falou que o Distrito está em constante discussão para solucionar essas problemáticas e ressaltou que está aberta ao diálogo.
    Ao final, foram eleitos 16 pré-delegados usuários e 07 pré-delegados trabalhadores.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

CMS-Recife marca presença na entrega da USF Skylab

Jailson Correia (E), Oscar Correia (C) e Geraldo Julio (D) na entrega da USF Skylb requalificada
    O prefeito da Cidade do Recife, Geraldo Julio, e o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correira, entregaram, na noite desta quarta-feira, 22, mais uma Unidade de Saúde da Família (USF) totalmente reformada para à população do Distrito Sanitário IV.  A USF Skylab, localizada no bairro da Iputinga, foi totalmente requalificada para oferecer um atendimento de maior qualidade e humanizado aos usuários (as) das comunidades Abençoada por Deus, Skylab e adjacências.
    A unidade tem 400 metros quadrados e fica localizada na rua Maurício de Nassau e contou com a requalificação dos seis consultórios existentes, além de dois consultórios odontológicos, sala de reunião, de curativo, Centro de Material Esterilizado (CME), recepção, banheiros e acomodar a estrutura no quesito acessibilidade.
    Serão oferecidos os serviços de exames preventivos (citologia oncótica), ambulatório da mulher, consultas médicas (puericultura, pré-natal e clínica), atendimento domiciliar, coletas de exames laboratoriais, entre outros. A USF Skylab também conta com uma farmácia da família e atividades com grupos de gestantes, idosos, hipertensos e diabéticos.
    O Controle Social se fez presente pelo coordenador do CMS-Recife, Oscar Correia, que prestigiou a entrega da unidade de saúde à população.

12ª Conferência: Moradores da Microrregional 2.2 debatem sobre saúde local

    Atendendo o cronograma da 12ª Conferência Municipal de Saúde, o Distrito Sanitário (DS) II deu continuidade a sua etapa de plenárias Microrregionais. Acontecida na escola de samba Gigantes do Samba, no bairro da Bomba do Hemetério, a Micro 2.2 teve a presença de, aproximadamente, 180 pessoas que participaram da plenária e levaram suas queixas, proposições e pedidos aos que compuseram a mesa.
    Contemplando os bairros de Água Fria, Alto Santa Terezinha, Bomba do Hemetério, Cajueiro, Fundão e Porto da Madeira, os moradores dessas comunidades puderam ouvir as explanações do gerente do Distrito, Romero Nogueira, que fez uma breve apresentação do território, sempre atentando para a microrregional 2.2.
Romero Nogueira em apresentação situacional do DS (Micro 2.2)
    Além de expor a estruturação do Distrito (como ele se divide, quantidade de unidades, quadro funcional, etc), Romero também apresentou as obras e requalificações que a micro irá ganhar. Como é o caso da Upinha 24h que já está em construção e beneficiará moradores da Bombado Hemetério e adjacências.
    Após a apresentação feita pelo gerente distrital, a plenária pode participar elencando seus sentimentos acerca da funcionalidade do sistema nas unidades de saúde presentes na micro. Pedidos como: centros de convivências para usuários dos CAPS, a falta de médicos, a importância da humanização nas unidades de saúde foram algumas das proposições citadas pelos moradores da área.
    No final do evento, houve a eleição para os pré-delegados, no qual 18 candidatos do segmento Usuário e 09 candidatos do segmento Trabalhador foram eleitos por acamação. O próximo encontro do DS está marcado para quarta-feira, 29, na Escola Estadual Pedro Celso, no bairro de Beberibe.
A conselheira Municipal, Lucelena Cândido, representou o CMS-Recife na Plenária
     Também participaram da mesa a conselheira Municipal de Saúde, Lucelena Cândido, a vice-coordenadora do Conselho Distrital de Saúde, Bernadete Felipe, o representante da Secretaria de Saúde (SESAU), Fernando Gusmão, a representante da gerência de Planejamento da SESAU, Márcia Oliveira, e a representação dos Conselhos de Unidade do DS II, Leandro Prazeres.

19ª Plenária Nacional de Conselhos de Saúde, Entidades e Movimentos Populares e Sociais

     O Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife esteve presente na 19ª Plenária Nacional de Conselhos de Saúde, Entidades e Movimentos Populares e Sociais realizada nos dias 13 e 14 de abril, em Brasília/DF. Os conselheiros e conselheiras Rivânia Rodrigues, Rosângela Albuquerque, Osvaldo Amorim, Paulo Roberto, José Ribeiro, Vasti Soares, Lucelena Cândido e Juliana César participaram do evento, que foi organizado pelo Conselho Nacional de Saúde e contou com cerca de 1.500 pessoas, entre usuários, trabalhadores e gestores, nas atividades de mobilização para a 15ª Conferência Nacional de Saúde que acontecerá entre os dias 1 e 4 de dezembro e traz o tema "Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro". 
Parte da delegação do CMS-Recife na 19ª Plenária Nacional de Conselhos de Saúde
     Ao final da 19ª Plenária, os participantes redigiram um Manifesto Público e uma Carta Aberta aos presidentes da Câmara de Deputados e do Senado Federal apresentando posições em defesa de um SUS público e de qualidade, da democracia participativa, pelo respeito às Conferências de Saúde (nos três âmbitos) e ao controle social e em repúdio as tentativas de mudança na legislação brasileira no que se refere as reduções dos direitos sociais da população.


Confira os textos:


quarta-feira, 22 de abril de 2015

Plenário se reuniu extraordinariamente

     Na última sexta-feira (17), o Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife promoveu a sua 188ª Reunião Extraordinária. Com a presença de conselheiros (as) e visitantes, a reunião debateu a Regulação Assistencial na capital pernambucana, a apresentação do Plano de Ação da Vigilância Sanitária, além de discutir sobre conteúdos de esfera institucional como repasses das comissões e vacâncias.
Mesa coordenadora: Audenise Bonifácio, Oscar Correia e Janaína Brandão
     Com os trabalhos iniciados pelo coordenador do CMS-Recife, Oscar Correia, houve leitura de pauta e apresentação dos presentes, e, logo em seguida, a gerente da Vigilância Sanitária (VISA) do Recife, Adeílza Ferraz, foi convidada para apresentar o Plano de Ação da VISA. Em sua fala, Adeílza explicou que o Plano de Ação é um recorte do Plano Municipal de Saúde e que o documento já foi apresentado e aprovado pelo conselho no ano passado. Porém, ressaltou que é necessário o CMS-Recife emitir uma resolução, datada deste ano, que assegure o trabalho feito pela VISA para ser encaminhado a Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. O que, por unanimidade, foi aprovado pelo colegiado.
Fernanda Casado apresentou como é feita a regulação do município
     Dando continuidade ao pleno, a secretária executiva de Regulação em Saúde, Fernanda Casado, foi convidada para apresentar o programa que tem como objetivo de garantir o acesso dos usuários (as) do SUS aos procedimentos necessários de forma integral, oportuna e resolutiva, colaborando assim com a promoção de saúde desses usuários (as).
    Após apresentar o cronograma, as áreas estratégicas e o fluxo da regulação, Fernanda participou do debate onde os conselheiros e conselheiras puderam expor seus questionamentos acerca do tema, a exemplo do sistema está fora do ar e do tempo máximo de espera de uma consulta. Fernanda deu suas explicações e o pleno agradeceu a sua presentação.
A conselheira Rosângela Albuquerque leu o parecer da 3º quadrimestre
    A conselheira e coordenadora da Comissão de Orçamento, Rosângela Albuquerque, fez a leitura do Parecer do Relatório do 3º Quadrimestre, onde foi recomendada a aprovação do referido documento, decisão acatada pelo plenário.
    No final, houve o repasse das comissões, vacância das comissões e informes gerais.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

12ª Conferência: Moradores da Microrregional 5.1 lotam plenária

     Moradores das localidades de Afogados, Bongi, Mangueira, Mustardinha e San Martin, se reuniram, na noite de ontem, quinta-feira, 16, para realizar a etapa de Microrregional da 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife. Contando com a participação de cerca de 300 pessoas, que lotaram a Academia da Cidade de Mustardinha, a plenária teve como objetivo discutir a política de saúde local, elencar propostas a serem levadas a etapa Distrital e eleger os pré-delegados da conferência.
A atração cultural Ginga Brasil levou um pouco da arte da capoeira pra plenária
      Recebidos pelo grupo de capoeira Ginga Brasil, os participantes conheceram a mesa de autoridades que, entre os convidados, estavam o coordenador do CMS-Recife, Oscar Correia, o coordenador do Conselho Distrital de Saúde, André Cristiano, a gerente do Distrito Sanitário (DS) V, Lígia Lima, a representante da Secretaria de Saúde (SESAU), Kamila Matos, a representante da Gerência Geral de Planejamento da SESAU, Gorete Teles e o representante do Recife Participa da RPA 5.1, Edson Alves.

Oscar Correia dando boas vindas aos participantes
Lígia Lima fez apresentação situacional do território, com ênfase na micro 5.1
     A gerente do DS foi convidada para fazer uma apresentação situacional do território onde apresentou as ações que o distrito faz, como é o caso de capacitações com os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e com os Agentes de Saúde Ambiental e Controle de Endemias (ASECES) sobre a dengue e chikungunya, além de mostrar um panorama do quadro funcional da Micro 5.1.
     Após esse contato, a plenária pode fazer suas colocações e dialogaram com a gestão melhorias nas unidades de saúde da área. Ao final, foram eleitos 27 usuários e 13 trabalhadores como pré-delegados a etapa Distrital.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

12ª Conferência: Distritos I e II realizam plenárias Microrregionais

     Na noite de ontem, quarta-feira, 15, os Distritos Sanitários (DS) I e II realizaram suas etapas de microrregionais do processo que antecede a 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife. Como previsto no cronograma, às plenárias aconteceram às 19h e contemplaram da Microrregiões 1.2 e 2.1, DS I e DS II, respectivamente.

Plenária da Microrregião 2.1 reuniu cerca de 110 pessoas
     Iniciando sua fase de Microrregionais, o Distrito Sanitário (DS) II realizou, no Contro Organizacional de Chão de Estrela, a plenária da microrregião 2.1, contemplando os bairros do Arruda, Campina do Barreto, Campo Grande, Encruzilhada, Hipódromo, Peixinhos, Ponto de Parada, Rosarinho e Torreão, a plenária reuniu cerca de 110 participantes das localidades acima citadas.
A conselheira Lucelena Cândido falando da importância desse espaço para o Controle Social
     O evento contou com a presença do gerente do Distrito, Romero Nogueira, além da representante do CMS-Recife, Lucelena Cândido, do representante do Conselho Distrital de Saúde, Valmir José, do representante da Secretaria de Saúde (SESAU), Fernando Gusmão, da gerência de Planejamento da SESAU, Márcia Oliveira, e da representação dos Conselhos de Unidade do DS II, Cleide Maria.
Romero Nogueira fez apresentação situacional do território
com ênfase da Micro 2.1
     Apresentando um diagnóstico situacional do território, Romero falou da preocupação que a gerência do Distrito tem em trabalhar diuturnamente para traçar metas que intensifiquem as ações de melhorias na área e mostrou um apanhado geral do quadro funcional da micro 2.1. Após apresentação, a plenária foi convidada a participar do debate onde puderam expor suas críticas, pedidos e propostas que serão encaminhadas a etapa Distrital. 
     Ao final, a plenária Micro 2.1 elegeu 14 pré-delegados usuários e 07 pré-delegados trabalhadores.


Microrregional 1.2
Moradores da Micro 1.2 debateram sobre a saúde local
     Realizando sua segunda plenária de micro, o Distrito Sanitário (DS) I contou com a participação de 80 moradores das localidades do Cabanga, Ilha do Leite, Paissandu, Boa Vista, Soledade, São José e Santo Antônio para dialogarem sobre as problemáticas existentes na rede de saúde do município e debaterem quais estratégias devem ser tomadas para sanar tais problemas e elaborar propostas que subsidiem no fortalecimento do Controle Social e de um SUS mais eficaz.
O Conselheiro Osvaldo Amorim participou da plenária 1.2
      Na ocasião participaram da mesa, o representante do CMS-Recife, Osvaldo Amorim, a representante do Conselho Distrital de Saúde, Risolanda Matias, a gerente do Distrito Sanitário I, Alessandra Araújo, a representante da Secretaria de Saúde (SESAU), Alessandra Fan, a representante do Planejamento da SESAU, Débora Soledade, e o gerente da Policlínica Waldemar de Oliveira, Antônio Gomes.
Alessandra Araújo em apresentação do diagnóstico da Micro 1.2
     Como de costume, a gerente do DS, Alessandra Araújo, apresentou ao público a estruturação do território, com ênfase na micro 1.2, e , posteriormente, levou a plenária ao debate onde foi discutida saúde local. Ao final,  foram eleitos 12 pré-delegados usuários e 06 pré-delegados trabalhadores. 

terça-feira, 14 de abril de 2015

Capacitação para conselheiros (as) ganha molde

    Na última sexta-feira, 10, a pedido da coordenadora da Comissão de Educação Permanente, Vasti Soares, representantes da Secretaria Executiva de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde (SEGTES) e da Escola de Saúde Pública, se reuniram com a vice-coordenadora do CMS-Recife, Janaína Brandão, a secretaria executiva do CMS-Recife, Audenise Bonifácio e a coordenadora da Comissão de Orçamento, Rosângela Albuquerque, para elaborar um plano de ação na realização da capacitação para os conselheiros de saúde do município.
    As conselheiras avaliaram a grade curricular que estará contida na capacitação e puderam sugerir tópicos para melhorar a formação dos (as) conselheiros (as). Entre as sugestões, estava o resgate histórico do conceito de saúde, desde o seu início até o momento atual, passando pela criação do SUS; e o trabalho no âmbito do controle social, enfatizando o papel dos conselhos municipais, distritais, de unidade e os instrumentos que ajudam no fortalecimento da rede.
    A reunião também pautou a montagem dos módulos, possíveis datas e a disposição dos assuntos que serão abordados.

*o conselheiro, José Ribeiro, também participou da reunião.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

12ª Conferência: Distrito VI/VIII inicia sua fase de Microrregionais

     No último sábado (11), o Distrito Sanitário (DS) VI/VIII iniciou sua fase de Microrregional da 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife. Realizada na Escola Simões Barbosa, Ibura de Baixo, a plenária reuniu 146 moradores das localidades de Jordão, Ibura de Baixo e Cohab.
Grupo de Fantoches da Vigilância Ambiental do DS VI/VIII
sensibilizando para o não desperdício de água -  #EconomizarAgua 
Academia da Cidade alongando todos os participantes
     Após conscientizar a população com uma apresentação cultural sobre o cuidado em economizar a água e como combater a dengue e um acolhimento caloroso feito pela Academia da Cidade, a plenária foi apresentada a mesa de abertura que, entre os convidados, estavam o representante do CMS-Recife, Renê Guedes, o coordenador do Conselho Distrital de Saúde, Júlio Santana, a gerente do Distrito Sanitário VIII, Mônica Gueiros, a representante da Secretaria de Saúde (SESAU), Zelma Pessôa, e o gerente geral de Planejamento da SESAU, Paulo Roberto.
Renê Guedes levando a fala do Controle Social aos participantes da Micro 6.2
     Em uma breve apresentação situacional do território, Mônica Gueiros, que mostrou um apanhado das marcações de consultas e exames nas unidades de saúde da área, também apresentou as obras previstas para o distrito pensando na melhoria do atendimento aos usuários das localidades da microrregião 6.2. Entre uma fala e outra, ressaltou que "a política de saúde só se constrói a três mãos: gestor, usuário e trabalhador" e que somente assim "o SUS poderá ser patrimônio do povo brasileiro".
Mônica Gueiros mostrando um aparato situacional do Território
     Finalizada as apresentações, a plenária foi convidada a participar do evento externando seus descontentamentos, indagações, pedidos e até mesmo autocríticas aos próprios usuários que não se fazem presentes nos espaços criados para debater o Controle Social e a melhoria da saúde pública no Recife. 
     Ao final, 17 usuários e 08 trabalhadores foram eleitos pré-delegados da Micro 6.2.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Educação Permanente do CMS-Recife elabora calendário de ações

     Na tarde de ontem, quarta-feira, 09, membros da comissão de Educação Permanente do CMS-Recife se reuniram com representantes dos Conselhos Distritais de Saúde (CDS) para apresentar e construir o calendário de ações para 2015 contendo as metas, responsáveis e prazos finais das atividades para todo o ano.
    Como encaminhamentos, a comissão convidou Juliana Ribeiro, chefe da Divisão de Educação em Saúde, para uma roda de conversa onde será apresentado a temática da Educação Permanente explicando o papel do conselheiro e exemplificando quais as contribuições que ele pode oferecer no fortalecimento do Controle Social. A roda de conversa está agendada para 22 de maio e todos os conselheiros de saúde (municipal, distrital e de unidade) podem participar.
    Além disso, a comissão começou a articular a preparação de um curso de libras para conselheiros municipais e distritais.

12ª Conferência: Com Microrregional 4.3, Distrito Sanitário IV finaliza primeira etapa

    Atendendo o cronograma da 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife, o Distrito Sanitário (DS) IV encerrou a sua etapa de plenárias Microrregional. Realizada ontem, quinta-feira (09), na Escola Divino Espírito Santo, na Várzea, o evento contou com a participação de 202 moradores das localidades da Cidade Universitária e Várzea, que compõem a micro 4.3.
    A plenária teve sua abertura feita com a apresentação da mesa, que, entre os convidados, estavam o coordenador do CMS-Recife, Oscar Correia, os conselheiros distritais de saúde, Hilário Coreia (Usuário) e Ana Cristina (Trabalhador), a gerente do DS IV, Polyanna Ribeiro, a representante da Secretaria de Saúde (SESAU), Zelma Pêssoa, o gerente geral de Planejamento da SESAU, Paulo Roberto e o representando de Secretaria de Governo, Laerte Rocha.
Oscar Correia dá boas vindas aos participantes da plenária
    A gerente do distrito, Polyanna Ribeiro aproveitou a ocasião e fez um breve apanhado situacional do território, apresentando um diagnóstico da micro, além de ressaltar a importância popular nesse espaço criado para discutir o controle social e dialogar sobre a melhoria da saúde na capital pernambucana.
    Após esse momento, a plenária pode participar do encontro expondo suas queixas, proposições e pedidos para um melhor atendimento nas unidades de saúde da área. "O controle social e o movimento social são os que fazem a diferença na saúde do Recife", disse uma das usuárias inscritas, ressaltando a importância da participação de todos para reivindicar melhorias no sistema de saúde.
A gerente do DS IV, Polyanna Ribeiro, fez uma apresentação situacional de território
    Com o término dessa etapa, a gerente distrital avaliou como positiva as plenárias. "Tivemos um resultado satisfatório, pois pudemos ouvir e dialogar com os usuários sobre aquilo que mais os incomoda. O contanto direto com eles só fortalece a gestão no empenho em resolver as problemáticas que foram apresentadas", disse Polyanna. 
    Ao final, houve a eleição para os pré-delegados que irão para a etapa Distrital que acontecerá no dia 09 de maio, na Escola Darcy Ribeiro, no Cordeiro.
    Na micro 4.3, foram eleitos, por aclamação, 21 usuários e 03 trabalhadores.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

12ª Conferência: Distrito Sanitário I inicia sua fase de Microrregionais

    Moradores dos bairros de Santo Amaro e Pilar, do Distrito Sanitário (DS) I, participaram da plenária de Microrregional 1.1 da 12ª Conferência Municipal de Saúde do Recife realizada na noite de ontem, quarta-feira, 08, na Escola Anilbal Fernandes, em Santo Amaro. Com a presença de 114 inscritos, a plenária serviu para avaliar a saúde local e dialogar sobre a melhoria na rede de saúde do Recife.
O representante do CMS-Recife, Renê Guedes, em plenária Microrregional 1.1 
    O evento teve sua abertura feita com a apresentação da mesa, que, entre os convidados, estavam o conselheiro municipal, Renê Guedes, do coordenador do Conselho Distrital de Saúde, César Augusto, da representante da Secretaria de Saúde (SESAU), Sandra Brito, da representante da gerência geral de Planejamento da SESAU, Débora Soledade, o representante do Recife Participa, Bibiu, e a gerente do Distrito Sanitário, Alessandra Araújo, que, na ocasião, fez uma apresentação situacional do território.
    Falando um pouco do que é controle social, Alessandra mostrou como o DS está dividido, apresentou a estrutura de saúde dentro do território, com ênfase na micro 1.1, e falou das ações que acontecem dentro do distrito, a exemplo do Programa Mãe Coruja, realizado na Policlínica Waldemar de Oliveira, que tem 100% de cobertura pré-natal para a atenção integral à mulher gestante e ao seu filho em caráter intersetorial.
Alessandra Araújo em apresentação situacional do Distrito Sanitário I
    Após esse primeiro contato, a gerente convidou a plenária ao debate onde queixas, pedidos e propostas foram lançadas pelos presentes. Entre as reivindicações estava a construção de uma unidade de saúde na comunidade Vila dos Casados, onde, segundo moradores, é de extrema importância para a comunidade. Em resposta, Alessandra falou que precisa-se pensar uma proposta que contemple de forma eficiente esse pedido.
    Ao final, 15 usuários e 07 trabalhadores foram eleitos pré-delegados por aclamação.