quarta-feira, 22 de junho de 2016

CMS-Recife sem expediente nos dias 23 e 24 de junho

      Por conta dos festejos juninos, amanhã, quinta-feira, 23, não haverá expediente na sede do Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife. Como o dia 24 de junho é feriado em comemoração ao dia de São João, as atividades do CMS-Recife serão retomadas na próxima segunda, 27.

LUTO: O Controle Social perde mais um guerreiro

      É com muito pesar que o Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife informa o falecimento do ex-conselheiro de Saúde, Manoel José da Silva, conhecido como "Manoel de Beberibe". O seu sepultamento será às 9h de amanhã, quinta-feira, 23, no Cemitério de Santo Amaro.
     O CMS-Recife presta condolências e se solidariza aos familiares e amigos desse grande defensor do SUS e do Controle Social. Nesse momento de luto, o colegiado anseia muita força, conforte, paz e serenidade a todos/as os seus entes queridos.
      No tempo em que seu Manoel passou pelo CMS-Recife, sua participação foi de suma importância no fortalecimento do Controle Social e na defesa de um SUS mais unificado e igualitário. O CMS-Recife, em sua singela homenagem, deixa o seu reconhecimento ao trabalho feito por seu Manoel de Beberibe como militante dos movimentos sociais.







Seu Manoel entregando o Jornal do Conselho nas Unidades de Saúde
Seu Manoel recebe placa homenagem ao reconhecimento pelo trabalho no CMS-Recife

Eleições 2016-2018: Conselho Distrital de Saúde III finaliza processo eleitoral

    Cerca de 240 eleitores, entre usuários e trabalhadores, o Conselho Distrital de Saúde (CDS) III elegeram, na última sexta-feira, 17, o seu novo colegiado para o biênio 2016-2018. O processo eleitoral, que aconteceu no Centro de Saúde Francisco Pignatari, em Casa Amarela, ocorreu dentro da normalidade e foi acompanhado pela comissão formada para esta finalidade.
     Agora, os novos e novas conselheiros/as distritais de saúde serão empossados na primeira semana de julho. A data e o horário da solenidade ainda será definida. 

terça-feira, 21 de junho de 2016

Coordenação fortalece Secretaria Executiva do CMS-Recife

   Atendendo a um compromisso firmado da cerimônia de sua posse, a coordenação do CMS-Recife se reuniu com a Secretaria-Executiva do Conselho para conhecer o fluxo das demandas onde aproveitaram a oportunidade para reorganizar e reposicionar algumas atividades internas do CMS-Recife.
    "Nossa proposta é rediscutir a estrutura organizacional da secretaria executiva do conselho e tentar melhorar a comunicação interna. Vou usar um pouco da minha experiência em Conselhos de Saúde para fortalecer e incentivar o protagonismo dessa secretaria", disse Janaína Brandão, coordenadora do CMS-Recife. "Temos que empoderar a secretaria executiva para que ela dê o subsídio necessário ao plenário e as comissões do conselho, qualificando o processo de trabalho", finaliza.
    Para a vice-coordenadora do CMS-Recife, Keila Tavares, a reunião só facilitará o processo de trabalho desenvolvido pelo quadro de funcionários do CMS-Recife. "Queremos estreitar o laço da coordenação com a secretaria executiva para tentar melhorar o fluxo administrativo e aproveitamos para amarrar as atividades de cada funcionário para fazer um trabalho mais ágil e eficiente", disse. "Determinando os fluxos, acreditamos que será mais fácil cobrar as respostas e os encaminhamentos das nossas atividades", conclui.
    Durante a reunião, a coordenação escutou um pouco do corpo funcional do conselho para entender como se dá o processo de trabalho e, após isso, foi verificado como contemplar o perfil do funcionário para cada função dada.
     Para o assessor de comunicação e imprensa do CMS-Recife, Carlos Diego Lins, a reunião veio para somar experiências. "A reunião serviu para qualificar o nosso trabalho e deixar mais determinado qual a função de cada um aqui", disse.
     Agora, a coordenação visa se reunir toda semana com quadro de funcionários para acompanhar o andamento das atividades do conselho e servir de auxílio para eventuais problemas.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Inscrições abertas: Curso Política Nacional de Saúde Integral LGBT

       Estão abertas as inscrições para a 3ª turma do Curso sobre a Política Nacional de Saúde Integral de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT). O curso, que é promovido pelo Ministério da Saúde, aborda a temática de saúde LGBT a partir dos eixos dessa política, propondo uma reflexão sobre cuidado, acolhimento, direito e acesso à saúde. O objetivo é oferecer conhecimentos para promover um atendimento humanizado e qualificado à população LGBT, contribuindo para que Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais tenham acesso à saúde integral sem discriminação. 
        O curso é ofertado em plataforma virtual de ensino à distância e foi desenvolvido para profissionais de saúde, mas é estendido para conselheiros/as de saúde, lideranças sociais, gestores do SUS e demais interessados na temática.
       As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Eleições 2016-2018: Conselho Distrital de Saúde V elege novo colegiado

    Com parte do Processo Eleitoral sendo aclamado, o Conselho Distrital de Saúde (CDS) V concluiu, no último dia 8, as eleições para o novo colegiado daquele conselho para o biênio 2016-2018. Mais de 100 eleitores do segmento Trabalhador foram escolher os próximos conselheiros/as desse segmento para compor o colegiado dos próximos dois anos. Para os segmentos Usuário Direto e Usuário de Entidade não foi preciso ter eleição, visto que havia o quantitativo exato na relação inscrito/vaga, sendo, portanto, aclamados.
      Agora, os novos e novas conselheiros/as distritais de saúde serão empossados no dia 21 de Junho, às 14hs, no auditório da Biblioteca Pública de Afogados (rua Jacira, 1, Afogados).
      O processo eleitoral ocorreu dentro da normalidade e foi acompanhado pela comissão formada para esta finalidade.

Conselheiras participam do 9º SENALESBI

       As conselheiras Rivânia Rodrigues, Angélica Araújo e Vasti Soares marcaram presença no 9ª Seminário Nacional de Lésbicas e Mulheres Bissexuais (Senalesbi). Com o tema “20 anos de luta e desconstrução: desafios e perspectivas”, a edição deste ano foi sediada em Teresina, no Piauí, entre os dias 9 e 12 de junho.
     Com cerca de 250 mulheres de todos os estados brasileiros, o evento contou com uma programação que teve, entre outras coisas, rodas de conversas, oficinas e plenárias, as conselheiras puderam usar o espaço para fazer uma reflexão do movimento e aproveitaram para debater sobre a promoção dos diretos das lésbicas e mulheres bissexuais.
  “[Essa edição] houve um resgate histórico dos outros seminários, onde foram apresentados os reconhecimentos sociais e as conquistas das políticas públicas voltadas para a população LGBT”, disse a conselheira Angélica Araújo. “Debatemos também sobre a atual conjuntura do país, onde estamos sendo ameaçadas em perder nossos direitos. O grande desafio é conseguir manter o pouco que já conquistamos”, avalia.
A conselheira Angélica Araújo disse que o grande desafio é manter as conquistas da população LGBT
     Sendo o primeiro seminário com a participação de mulheres bissexuais, o Senalesbi teve uma grande renovação de mulheres no movimento. “Acredito que houve cerca de 70% de renovação. Muitas lésbicas jovens participaram do seminário e elas têm muito a contribuir, pois elas passam a participar do movimento com uma leitura diferenciada e se comunicam de formas diferentes”, disse a conselheira Angélica.  
     Um dos propósitos do encontro foi a construção de uma rede de solidariedade e difusão de conhecimentos relevantes para as lésbicas e mulheres bissexuais. Além disso, as conselheiras também discutiram sobre estratégias de enfrentamento à lesbofobia, bifobia, sexismo, racismo e demais expressões da violência de gênero.
     Para a conselheira Rivânia Rodrigues o evento trouxe uma significativa troca de experiências. “Pudemos avaliar quais foram os avanços e quais são os desafios que as lésbicas e mulheres bissexuais enfrentam diariamente. Aproveitamos a oportunidade para mostrar como o Conselho de Saúde do Recife atua nessa temática e levamos a realidade do município que é uma cidade muito avançada nesse contexto”, disse a conselheira, se referindo ao laboratório LBT que atende as mulheres lésbicas, bissexuais e as transexuais no Hospital da Mulher do Recife.
      Rivânia também lembrou que Recife foi a primeira cidade do Norte/Nordeste a lançar um Política Integral de Saúde voltada a população LGBT. “Temos que fazer valer os documentos mais importantes que são os das conferências”, disse.
      Além das discussões, o evento também foi marcado pela diversidade de atividades culturais com apresentações de musicais, teatro, poesia, grupos de dança, cultura negra, entre outros.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

CMS-Recife Repercute: Dossiê Zika Vírus e Microcefalia (Revista CONASEMS)

      A revista CONASEMS nº 65, em sua edição de abril-junho de 2016, trouxe um dossiê da Zika Vírus e Microcefalia, onde apresenta os desafios que os municípios estão passando para reverter essa situação. O secretário de Saúde do Recife, Dr. Jaílson Correia, falou um pouco das dificuldades enfrentadas pelo município. "A epidemia chegou em um momento crítico de falta de recursos, estávamos com a corda esticada até limite e vivendo a maior crise em saúde pública do país", disse. 
      Confere toda a toda a matéria abaixo. 

Relatório do 1º Quadrimentral de 2016 é analisado pela Comissão de Planejamento e Orçamento

      A Comissão de Planejamento e Orçamento do CMS-Recife iniciou, na tarde da última quarta-feira, 8, a análise do Relatório de prestação de contas - 1º Quadrimestral de 2016. O referido relatório consiste num balanço das ações e serviços desenvolvidos pela Secretaria de Saúde do Recife no primeiro quadrimestre (janeiro a abril) de 2016. A comissão deve continuar a apreciação do documento ao longo de suas reuniões.

sábado, 11 de junho de 2016

Nota de Pesar

     O Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife presta condolências aos familiares do conselheiro Estadual de Saúde de Pernambuco José Francisco de Assis Pereira, mais conhecido como "Chico", que faleceu na manhã de ontem, sexta-feira, 10.
     Natural de Limoeiro/PE, Chico foi um ferrenho manifestante e defensor do SUS e um grande apoiador no fortalecimento do Controle Social. Além de conselheiro estadual de saúde, Chico também era coordenador da Comissão Intersetorial da Saúde do Trabalhador (CIST) Pernambuco, Agente de Saúde Pública do Ministério da Saúde, e fazia parte da diretoria do SINDSEP/PE.
     Seu sepultamento será realizado na sua cidade natal, às 10hs.



sexta-feira, 10 de junho de 2016

Eleições 2016-2018: CDS I termina Processo Eleitoral

       Cerca de 200 eleitores, entre usuários e trabalhadores, foram escolher os próximos conselheiros e conselheiras do Conselho Distrital de Saúde (CDS) I para o biênio 2016-2018. A eleição aconteceu ao longo do dia de ontem, quinta-feira, 09. O processo eleitoral ocorreu dentro da normalidade e foi acompanhado pela comissão formada para esta finalidade.
     Agora, os novos e novas conselheiros/as distritais de saúde serão empossados no dia 05 de Julho, às 14hs. O local ainda será definido.


Colegiado realiza reunião plenária ampliada

      Em plenária realizada na tarde de ontem, quinta-feira, 09, o colegiado do Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife participou da 203a Reunião Extraordinária (RE) que tratou de assuntos como o Programa Academia da Cidade, a apresentação e aprovação de uma UPA-E no bairro do Arruda e a aprovação do Plano da Vigilância Sanitária VISA/2016. Sendo um pleno ampliado, a 203a RE teve seus trabalhos abertos pela coordenadora do CMS-Recife, Janaína Brandão, que deu as boas-vindas aos presentes e, juntamente com a vice-coordenadora do CMS-Recife, Keila Tavares, deu início às apresentações.
      No período da manhã, os conselheiros e conselheiras aprovaram, por unanimidade, o Plano da Vigilância Sanitária do Recife (VISA)/2016 que tem por finalidade implementar as ações do Plano Diretor de Vigilância Sanitária e Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, priorizando as ações de rotina da VISA contemplando todos os Distritos Sanitários sempre se atendo as diferenças geográficas, culturais e de saúde.
A secretária-Executiva de Regulação em Saúde, Fernanda Casado, mostrou ao colegiado
o perfil da Unidade Pública de Saúde Especializada (UPA-E) no Arruda 
     Logo em seguida, a secretária-executiva de Regulação em Saúde, Fernanda Casado, que solicitou a pauta junto ao Conselho, foi convidada para apresentar o perfil da UPA-E no bairro do Arruda que, embora seja uma construção do Estado, toda a sua estrutura foi cedida para o município com o intuito de implantar a primeira Unidade Pública de Atendimento Especializado do Recife. "[a unidade] Vem para reforçar a nossa rede e para atender a necessidade de complementar nossa rede de média complexidade", disse Fernanda Casado.
     O colegiado aprovou, por unanimidade, o perfil da UPA-E no Arruda. A unidade prevê atendimentos ambulatoriais e exames complementares, a exemplo de ultrassom, endoscopia, colonoscopia, entre outros, e tem data prevista de funcionamento na primeira quinzena de julho.
A visitante Liana Lisboa participou da reunião onde apresentou consolidado sobre
as condições do Programa Academia da Cidade
      No período da tarde, os conselheiros e conselheiras participaram dos debates sobre o Programa Academia da Cidade (PAC). A profissional de educação física, Liana Lisboa, representante da Associação dos Profissionais de Educação Física - APEF, trouxe uma apresentação sobre as condições de funcionamento do Academia da Cidade. Liana aproveitou a oportunidade para relembrar as deliberações da 11ª (2013) e 12ª (2015) Conferências Municipais de Saúde que ainda não foram cumpridas, além de trazer um quadro atualizado das que foram atendidas.
         Após esse momento, foi a vez o coordenador geral do PAC, Ricardo Menezes, falar do programa. Caracterizado como uma política pública de promoção da saúde com ênfase na prática de atividade física, lazer e alimentação saudável, o PAC contribui para a melhoria da qualidade de vida da população recifense e desenvolve ações orientando os usuários e usuárias a realizar mais exercícios como ginástica, caminhada, corrida, dança, entre outros.
A conselheira Fernanda Tavares defendeu que os nutricionistas sejam garantidos nas equipes
do Programa Academia da Cidade
      Com um tema super debatido por conselheiros, conselheiras e visitantes, o colegiado aprovou alguns encaminhamentos para melhoria do Programa Academia da Cidade, entre eles estão: a contratação dos profissionais de educação física antes do concurso público previsto para agosto; que seja garantida a presença de segurança 24hs em todos os polos do PAC; que seja garantia a contratação de nutricionistas nas equipes do PAC; que sejam inaugurados os outros polos que foram garantidos nas conferências para aumentar a cobertura do Programa; que sejam contratados estagiários para todos os polos do PAC; que haja uma prestação de contas do investimento no PAC (verba municipal, estadual e federal); e que problemas simples, como limpeza e manutenção, sejam sensibilizados para não acontecer mais.
      Finalizando os trabalhos, houve os informes gerais.

terça-feira, 7 de junho de 2016

Eleições 2016-2018: CDS IV realiza eleição para novo colegiado

      Com mais de 200 eleitores, entre usuários e trabalhadores, o Conselho Distrital de Saúde (CDS) IV elegeu, na última quarta-feira, 01, o seu novo colegiado para o biênio 2016-2018. O processo eleitoral ocorreu dentro da normalidade e foi acompanhado pela comissão formada para esta finalidade.
     Agora, os novos e novas conselheiros/as distritais de saúde serão empossados no dia 05 de Julho, às 14hs, no auditório da Policlínica Lessa de Andrade, no bairro da Madalena.