quarta-feira, 11 de abril de 2018

CMS-Recife marca presença na 21a Plenária Nacional de Conselhos de Saúde

Conselheiros(as) do CMS-Recife junto com Conselheiros(as) do Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco
na 21a Plenária Nacional de Conselhos de Saúde em Brasília/DF
       Nos dias 4 e 5 de abril, os conselheiros José Ribeiro e Cristiano Nascimento, juntamente com a conselheira Marluce Batista, representaram o Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife na 21ª Plenária Nacional de Conselhos de Saúde, Entidades e Movimentos Sociais e Populares, evento promovido pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e realizado em Brasília/DF. Contando com cerca de mil pessoas de todo o Brasil, o evento serviu para debater sobre os rumos do Sistema Único de Saúde (SUS) e dialogar sobre a 16ª Conferência Nacional de Saúde, prevista para acontecer em julho de 2019.
O conselheiro Cristiano Nascimento deixou a sua
contribuição nos debates da 21a Plenária Nacional
   O conselheiro Cristiano Nascimento participou de uma mesa temática onde abordaram temas relacionados as eleições presidenciais e a defesa do SUS. Nesse sentido, Cristiano fez contribuições ao debate. “Nas discussões, vimos que foi consenso que os candidatos à presidência que não tenham nenhum histórico em defesa do SUS não poderiam nos representar”, disse. “Fiz algumas propostas para o Conselho Nacional de Saúde para que eles convoquem os presidenciáveis para fazer um debate e elaborar um documento em que se comprometam com esses três pontos: mobilizar a força política para revogar a EC 95; rediscutir o atual pacto federativo; e se comprometer em auditar a dívida pública do país”, finaliza.
     Cristiano também falou da discussão sobre a rede de Conselhos de Saúde. “Outro ponto falado durante a plenária foi que os conselhos de saúde precisam passar por uma reestruturação tendo uma maior integração entre os conselhos de todas as esferas (municipal, estadual e nacional)”, disse. Existe a proposta de criar um aplicativo que promete dar celeridade as demandas e efetivar essa integração entre os espaços de Controle Social.
      Também presente no evento, o conselheiro José Ribeiro falou da mobilização dos participantes na entrega de um abaixo-assinado em apoio à Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5.658. “Entregamos mais de 70 mil assinaturas ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a Emenda Constitucional (EC) 96/2016 que congela os investimentos na saúde pelos próximos 20 anos”, disse o conselheiro. A entrega do abaixo-assinado foi feita na manhã do dia 5 de abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário